A Cooperação Internacional diante dos Recursos Hídricos Transfronteiriços: o rio Incomáti como espaço de observação




Diante dos Recursos Hídricos Transfronteiriços que ligam diferentes países, a cooperação internacional se apresenta como forma de alinhar as políticas de gestão de águas internacionais rumo ao desenvolvimento sustentável da região em que se localizam. Os países que partilham o rio Incomáti apresentam marcos significaticos na cooperação internacional na região da África Austral. O presente trabalho tem como objectivo descrever as teorias de cooperação que sustentam a gestão integrada partilhada dos recursos hídricos transfronteiriços no caso do Rio Incomáti, realçando as limitações e os avanços nas últimas decadas mencionando a criação de instituições internacionais para a gestão partilhada do mesmo.




O trabalho usou o método qualitativo através da pesquisa bibliográfica que consistitiu no contacto directo com as literaturas sobre o assunto em apreço. Igualmente faz a análise geopolítica, utilizando-se principalmente o método geohistórico, a sistematização de autores geopolíticos e a análise dos documentos oficiais para perceber como Moçambique relaciona o território e a soberania estatal, pois os Estados, ao firmarem compromissos, se preocupam em garantir a sua soberania.




- Maputo


- Português


- Nenhuma restrição


- Biodiversidade das águas interiores e zonas húmidas


- Artigo com revisão pelos pares e teses universitárias


- Uso Sustentável da Biodiversidade


- Áreas de Conservação Transfronteiriças



Download