Inauguração da Exposição sobre Biodiversidade em Inhambane

Esta iniciativa tem como objectivo sensibilizar as crianças, os jovens e os cidadãos sobre a importância da biodiversidade em Moçambique, com especial destaque para a província de Inhambane. Durante este evento estudantes de diversas escolas desfrutam adicionalmente de actividades educativas e recreativas que estimulam o gosto pela arte e imaginação à volta da biodiversidade.

No primeiro dia do evento, mais de 500 visitantes, entre eles alunos de 3 escolas primárias, visitaram a exposição composta por mais de 70 painéis temáticos sobre biodiversidade e assistiram à exibição de filmes sobre biodiversidade e conservação em Moçambique (actividades disponíveis durante todo o evento, entre 3 e 12 Agosto).

Ainda neste primeiro dia do evento realizou-se um Fórum sob o tema “Harmonizando o Desenvolvimento Económico e a Conservação da Biodiversidade”, precedido de uma sessão solene presidida por sua Exa. o Governador da Província de Inhambane, Daniel Chapo, que contou com uma audiência de mais de 200 participantes, incluindo membros do governo provincial, parceiros de cooperação, ONGs, académicos, sociedade civil e estudantes. O Fórum teve apresentações relacionadas com a biodiversidade marinha e costeira da província de Inhambane e os desafios e oportunidades para o desenvolvimento económico e as ameaças à conservação da biodiversidade na província, tendo ainda contado com a participação de especialistas nacionais e internacionais com participações sobre os conceitos de Nenhuma Perda Liquida e Contrabalanços de Biodiversidade.

A 4ª edição deste evento, tem como mascote o dugongo, espécie emblemática da província de Inhambane, tendo sido produzida pela organização As Raízes, uma escultura à escala real, com o apoio da African Parks. A mascote foi elaborada com recurso a materiais reciclados, destacando-se a utilização de mais de 40 kg de chinelos recolhidos nas praias da província! A escultura está implantada no local da realização da exposição, na ESHTI, tendo sido inaugurada por sua Exa. o Governador da Província de Inhambane no primeiro dia do evento.

Após o Fórum, o evento teve ainda uma sessão ao final do dia no Hotel Casa Capitão onde ocorreu uma palestra e sessão de observação de aves na Baía de Inhambane com um especialista internacional, Gary Allport, seguida da divulgação do cartão bio em parceria com o BCI e, finalmente, o lançamento do Mapa das Artes para a cidade de Inhambane, presidido por Sua Exa. o Governador da Província. Esta sessão terminou com a abertura de uma exposição fotográfica sobre a biodiversidade de Moçambique, que estará patente neste Hotel até ao dia 12 de Agosto de 2018.