BIOFUND organiza formação em planificação e finanças para as Áreas de Conservação

Decorreu de 28 de Maio a 1 de Junho, uma formação em planificação e finanças para todas as Áreas de Conservação do País, organizada pela BIOFUND em parceria com a Administração Nacional das Áreas de Conservação.

Esta formação usa como base o manual de procedimentos administrativos e financeiros da BIOFUND, como forma de dotar as Áreas de capacidade técnica para implementar projectos financiados pela Fundação.

A formação decorreu na cidade de Maputo e contou com a presença de 25 participantes provenientes das diferentes Áreas de Conservação de Moçambique, representadas por técnicos de finanças, planificação e procurement.

Este foi o segundo treino realizado pela BIOFUND com enfoque em procedimentos administrativos e financeiros, tendo sido o primeiro em 2016, seguindo-se pelo treinamento em elaboração de projectos realizado em 2017 com os gestores da Áreas de Conservação.

A formação foi desenhada de forma a incluir os diferentes aspectos da planificação orientada para resultados, de procurement e de gestão de orçamento, a partir de exercícios práticos e adaptados à realidade das Áreas, ministrado pela Academia de Gestão e Finanças Públicas.

fotob

Fenias Nhari, contabilista do Santuário Bravio de Vilankulos na Zona de Protecção Total do Cabo de São Sebastião, participante desta formação pela segunda vez, afirmou que foi uma reciclagem muito útil e uma óptima oportunidade para sanar as dificuldades que tem enfrentado durante a execução financeira, e sai do treinamento com uma nova visão e dotado de ferramentas para melhorar o seu trabalho diário

fotoc

Armindo Matavel, do Parque Nacional do Limpopo, que participou da formação pela primeira vez, acredita que o treinamento serviu para limar as dúvidas do dia-a-dia em questões de planificação, organização e também do relatório mensal de prestação de contas que tem submetido à BIOFUND.

Estas formações e capacitações às Áreas de Conservação fazem parte do segundo objectivo do Plano Estratégico da BIOFUND e pretende-se que seja uma actividade anual, de forma a permitir a reciclagem dos técnicos.