Actualizado a 12/12/2023


O que é Cartão bio?

O Cartão bio é o 1º cartão biodegradável de Moçambique, lançado a 8 de Dezembro de 2017, como resultado de uma parceria entre o Banco Comercial de Investimentos (BCI) e a Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND). A relevância deste cartão para a conservação da biodiversidade é que uma percentagem do valor da anuidade do cartão, assim como uma percentagem do valor do uso do cartão é canalizada para uma conta da BIOFUND para apoio a projectos de conservação de biodiversidade, sem qualquer custo adicional para o usuário. O cartão foi desenvolvido com material PLA (ácido poliláctico), um substituto do plástico derivado do petróleo, obtido a partir de fontes renováveis (o milho), podendo ser reciclado e incinerado ou colocado em aterros sem prejudicar o meio ambiente.

Vantagens do Cartão bio

O Cartão bio é um cartão de débito que permite ao cliente efectuar um conjunto de operações bancárias (com algumas vantagens adicionais a um cartão de débito comum), com toda a comodidade e segurança, em qualquer terminal de pagamento automático (POS) ou caixa automática (ATM) das redes Visa Electron ou SIMO rede em Moçambique e no estrangeiro, sem qualquer custo para o cliente, permitindo a todos os moçambicanos contribuírem activamente para a conservação da rica biodiversidade do nosso país.

Quem pode ter o Cartão bio?

Cidadãos maiores de 21 anos que reúnam os requisitos para ter uma conta bancária. Caso possua uma conta bancaria no BCI pode solicitar o seu cartão no balcão mais próximo ou requisitar através do Internet Banking.

+53141

Número de Usuários do Cartão bio

21,729,955.15 MZN

O valor angariado desde 2017

Projectos Piloto beneficiários do Cartão bio

São considerados potenciais beneficiários do Cartão bio, projectos de pequena dimensão com capacidade de implementação de projectos de conservação da biodiversidade, incluindo aspectos de pesquisa e inovação.

Sàbié Game Park

O Sàbié Game Park (SGP) está localizado na província de Maputo, no distrito da Moamba, possui uma área de 30 000 ha e é caracterizado por uma rica biodiversidade terrestre com destaque para búfalos, girafas, rinocerontes e elefantes. Esta Área de Conservação foi beneficiária do primeiro projecto financiado com fundos do Cartão bio, no período de 2019 e 2020,
para a conservação de rinocerontes brancos e pretos, uma espécie em vias de extinção em Moçambique. O projecto foi desenhado pela MozParks Initiative INC., uma organização que apoia investidores privados de Moçambique nos seus esforços para conservar a vida selvagem e interagir com comunidades locais. Os fundos do cartão bio apoiaram a aquisição e colocação de etiquetas satélites para melhor seguimento e protecção dos rinocerontes.

Reserva Botânica de Bobole

A Reserva Botânica de Bobole (RBB), foi criada em Fevereiro de 1945, especificamente para a protecção da Raphia australis, uma espécie quase-endémica de Moçambique, e do seu ecossistema natural. Ela situa-se na província de Maputo, distrito de Marracuene. O projecto de apoio com fundos do cartão bio, implementado pelo Instituto de Investigação Agrária de Moçambique através do Centro de Investigação Florestal em parceria com a KOSMOZ e o Fundo Nacional de Investigação, iniciou em Agosto de 2020 e tem o término previsto para Julho de 2023, tendo como objectivo a conservação e o repovoamento da Raphia australis em consociação com outras espécies nativas do local e culturas alimentares com base na adopção de sistemas agroflorestais integradas a alternativas de geração de renda.

Flora Raphia Australis

Área de Proteção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS)

A  Área de Proteção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS), é uma das maiores áreas marinhas da África, sendo gerida pela Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC).  Localizada no norte de Moçambique, nas províncias de Nampula e Zambézia, esta área abrange uma superfície de aproximadamente 1.040.926 ha (hectares) e numa faixa terrestre de 205 km, o arquipélago das Ilhas Primeiras e Segundas forma uma região de grande influência marinha onde se desenvolve uma extensa “cordilheira de recifes” de profundidade que em certos locais afloram à superfície, com elevada riqueza em diversidade biológica.

Com financiamento dos fundos do Cartão bio, foram adquiridos 6 marcadores satélites, com vista a monitorar em tempo real as deslocações das tartarugas marinhas verdes, visando aprimorar o conhecimento sobre as suas rotas de migração, após o período de nidificação. Este projecto está a ser  implementado pelo Fundo Mundial da Natureza, WWF Moçambique, no período de Abril de 2022 a Dezembro de 2023. Além disso, o programa inclui actividades de comunicação e sensibilização em prol da conservação das tartarugas marinhas, fornecendo informações valiosas sobre as rotas de migração das tartarugas marcadas.

Conservação no Jardim Botânico Universitário da UEM

Situado no coração de Maputo, o Jardim Botânico Universitário, com 5 hectares, é um santuário para a flora moçambicana, pouco conhecido. Este projecto, apoiado pelo Cartão Bio e liderado pela Faculdade de Ciências da UEM, centra-se na protecção de espécies ameaçadas, com especial atenção a plantas como Warburgia salutaris, Encephalartos lebomboensis e Encephalartos umbeluziensis, todas listadas na Lista Vermelha de Moçambique. Durante dois anos, este projecto não só promoverá a conservação dessas espécies, mas também capacitará estudantes e profissionais em técnicas de restauração de habitats e cultivo de plantas nativas.

Estudo e Protecção do Parque Nacional de Banhine

Este parque, localizado na Província de Gaza e abrangendo 7.250 km², é um ecossistema diversificado designado como Parque Nacional em 1973, gerido pela Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC). Com financiamento do Cartão Bio e administração do Museu da História Natural, o projecto actual foca-se em estudar o papel do Parque Nacional de Banhine (PNB) como área húmida de importância internacional e como rota migratória para aves euroasiáticas. O projecto terá uma duração de dois anos e busca realçar a importância ecológica do parque, contribuindo para esforços globais de conservação .”

Anúncios e Concursos

FAQs- Perguntas Frequentes

R: Todos actuais e potenciais clientes do BCI, que de forma directa ou indirecta se identificam com a causa da Biofund, que é da defesa da Biodiversidade em Moçambique.

R: A subscrição será feita pela rede de agências BCI, mediante o preenchimento da proposta de adesão.

R: Não. A primeira e as seguintes anuidades são cobradas.

R: O Cartão bio tem a validade de 3 anos com renovação automática.

R: Na área APOIO À VENDA da INTRANET consta toda a informação que precisa sobre os cartões, contudo qualquer outra informação que necessite, poderá entrar em contacto com a DCE/Gabinete de Meios de Pagamento, através do SERVICE DESK ou pela mailbox cartoes@bci.co.mz

R: O cliente deverá contactar imediatamente o BCI Directo, disponível 24 horas por dia para comunicar o extravio/furto do seu Cartão bio, utilizando os seguintes contactos:

  • Linha Fixa: +258 1224
  • Linha Móvel:+258 84 092 1224 /+258 82 999 1224/ 82 1224 / 84 1224
  • Linha Móvel: +258 84 092 1224 /+258 82 999 1224(Internacional)

Caso ocorra no estrangeiro, o Cartão BIO coloca em seu dispor o Serviço de Assistência Global VISA, através dos números a seguir identificados (chamada paga no destinatário, segundo o País onde o titular se encontra). Este serviço de assistência funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano e tem atendimento multilingue.

África do Sul 0800‐990‐475
Portugal 800 844 034
Reino Unido 0800 169 5189
Estados Unidos 1 866 765 9644
Austrália 1 800 450 346
Brasil 0800-891-3680
Outros países +1 303 967 1090

Notícias

Videos

Primeiro vencedor da campanha do Cartão Bio visita REM (actual Parque Nacional de Maputo)

Segundo vencedor da campanha do uso do Cartão Bio visita o Parque Nacional de Maputo

Parceiros

Doador

A BIOFUND continua a receber propostas de projectos inovadores que possam contribuir para a conservação da biodiversidade em Moçambique.

Para mais informações entre em contacto com a nossa equipa através do email: projectos@biofund.org.mz

Faça pagamentos com o seu Cartão bio e
contribua para a biodiversidade daqui.
Para mais informações acesse

www.bci.co.mz

Cartão bio

Para mais informações leia o folheto