Fundação para a Conservação da Biodiversidade reforça e alarga o apoio operacional às Áreas de Conservação durante a COVID-19

608A1442

A Fundação para a Conservação da Biodiversidade, BIOFUND, adoptou diversas medidas que permitem o seu pleno funcionamento, implementando modalidades de trabalho remoto e regime de rotatividade para o pessoal, assim como a realização de reuniões virtuais.

A BIOFUND continua a assegurar  o  apoio a custos operacionais a 15 Áreas de Conservação em 9 províncias do país eos orçamentos dos beneficiários estão a ser ajustados de modo a assegurar as medidas de protecção sanitária necessárias em cada Área de Conservação.

Em Agosto foram prolongados  por mais seis meses, alguns dos estágios profissionais na cidade de Maputo, no âmbito do Programa de Liderança para a Conservação em Moçambique (PLCM). Ainda neste âmbito, destacamos o início em Setembro dos estágios profissionais nas Áreas de Conservação,  anteriormente suspensos devido à situação da pandemia.

Especial destaque para a criação do BIO-Fundo de Emergência, lançado a 15 de Junho, com a duração de seis meses, como forma de minimizar o impacto da pandemia da COVID-19 nas Áreas de Conservação de Moçambique. Este fundo consiste no apoioao pagamento de salários dos fiscais que dependem dos rendimentos do turismo, tendo abrangido, até ao momento, mais de 190 fiscais em 10 Áreas de Conservação de gestão privada.

A organização acredita que com estas medidas, os impactos da COVID-19 serão minimizados e os diversos intervenientes nas Áreas de Conservação da biodiversidade poderão continuar a desempenhar o seu papel na protecção da mãe natureza.