Primeiro Desembolso do Programa Promove Biodiversidade até Junho de 2020

Landscape-1

Cerca de 283 mil euros é o valor do primeiro desembolso que a BIOFUND vai fazer para  apoiar a translocação de animais e o reforço das patrulhas de fiscalização na Reserva Nacional do Gilé, até ao final do segundo trimestre de 2020.

O valor referenciado corresponde à primeira tranche do apoio directo ao consórcio entre a administração da Reserva do Gilé e a IGF. Trata-se da materialização do arranque efectivo das actividades do Programa PROMOVE Biodiversidade, depois da aprovação final do contrato de subvenção entre a União Europeia e a BIOFUND,  no valor de EUR 10.2 milhões, no final  de 2019.

Cerca de EUR 3.5 milhões serão desembolsados ao longo do ano de 2020 para financiar a Reserva Nacional do Gilé, a Área de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas e o Monte Mabu no contexto do programa PROMOVE Biodiversidade. O objectivo geral é proteger a biodiversidade e contribuir para a melhoria dos meios de subsistência das comunidades rurais nas zonas de abrangências através da gestão sustentável dos recursos naturais nas áreas alvo nas províncias de Nampula e da Zambézia em Moçambique.

Neste contexto, ainda em 2020 serão lançados três concursos públicos adstritos as subvenções para as APAIPS, Mabu e Gilé, com a particularidade desta ultima ser apenas referente a componente de desenvolvimento comunitário.

Recorde-se que o Programa tem como meta o alcançe dos seguintes resultados:

  • Implementar iniciativas e estratégias para a gestão sustentável dos recursos naturais e conservação da biodiversidade, em torno de áreas-alvo;
  • Melhorar os meios de subsistência das comunidades locais que vivem dentro ou fora das áreas de conservação, de biodiversidade de forma sustentável e;
  • Realizar e divulgar as pesquisas e estudos participativos específicos sobre a gestão de recursos naturais para influenciar a gestão, e as políticas a nível local e nacional.