Hagnésio Chiponde: De jogador de futebol para líder da conservação da biodiversidade

Hagnésio Chiponde é um jovem moçambicano, formado em Medicina Veterinária pela Universidade Eduardo Mondlane, beneficiário da primeira edição do programa de estágio do PLCM, que decorreu na Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) e Reserva Especial de Maputo e Marinha Parcial da Ponta do Ouro nos meses de Março a Agosto de 2020.

Hagnésio sempre foi apaixonado pelo futebol e sonhava em jogar profissionalmente, no entanto, a sua dedicação e entrega pela protecção da biodiversidade falou mais alto e hoje trabalha no sector da conservação.

Ele é um exemplo do impacto positivo que o PLCM tem na carreira profissional de jovens, pois após os 6 meses de estágio ele foi contratado por uma organização que zela pela conservação das espécies e a amenização de conflitos homem – fauna bravia.

Tive oportunidade de iniciar a minha carreira na Área de Conservação com o PLCM e actualmente faço parte da equipa de veterinários que auxilia a Administração Nacional das Áreas de Conservação nas operações de campo para conservação da fauna bravia. Tem sido uma experiência cativante”.

Para Hagnésio, fazer o estágio pré-profissional aumentou a sua vontade em trabalhar pela conservação da biodiversidade e abriu-lhe rapidamente oportunidades profissionais muito interessantes!