Fundos geridos pela BIOFUND

A BIOFUND angaria dois tipos distintos de fundos: Fundos para Investimento (Endowment), e Fundos para a aplicação directa (Sinking funds):

  • Fundos de Investimentos são fundos investidos a longo prazo, onde os rendimentos do capital podem ser mobilizados, contudo, sem usar o fundo de capital.
  • Fundos para a aplicação directa (Sinking funds) são fundos em que se utiliza o valor da doação na sua totalidade, para financiamentos geralmente pré definidos com os doadores. É esta a modalidade “clássica” de financiamento externo através de projectos concretos.

A Criação e Rentabilização do Endowment

O esforço de angariação de fundos de investimento foi iniciado ainda antes da criação formal da BIOFUND, no tempo do Comité dos Fundadores. Mas só após a estruturação da Fundação é que foi possível a criação de condições para a fase de negociação com os parceiros. Isto exigiu da BIOFUND o estabelecimento de rotinas de funcionamento harmonizadas com os padrões exigidos pelos regulamentos dos principais parceiros.

A avaliação positiva do processo de consolidação da BIOFUND, em 2014, foi fundamental na decisão de vários doadores de contribuírem para a constituição do nosso endowment que atingiu, em finais de 2016 os 21,6 milhões de USD. Este montante inclui contribuições da Cooperação Alemã via KfW (80%), Banco Mundial/GEF (15%) e Conservation International/Global Conservation Trust (5%).

Com o rendimento resultante da aplicação de uma parte deste endowment, a BIOFUND vai financiar, de forma crescente, a conservação em Moçambique.

Crescimento do "Endowment" da BIOFUND (2012 - 2017)

Biofund-Graficos-1

Fundos para a aplicação directa (Sinking funds)

Com a reputação crescente da BIOFUND como uma entidade independente e da boa gestão, a instituição também tem tido sucesso na angariação de fundos para aplicação directa.

Até ao início do ano 2017, a BIOFUND tem elaborado acordos com duas entidades doadoras, a Agencia Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Banco Mundial através do seu Programa MozBio, para a canalização e seguimento de fundos às Áreas de Conservação. Prevê-se que, até 2020, a BIOFUND distribua aproximadamente 5 milhões de USD às ACs proveniente destas fontes.