Exposição e feira sobre a Conservação da Biodiversidade em Quelimane (Outubro de 2017)

A BIOFUND realizou de 17-31 de Outubro, em parceria com a Universidade Pedagógica (UP) e apoio de diversos colaboradores, a III Exposição e Feira Multimédia, intitulada “A Cultura de Conservação e o Desenvolvimento Sustentável”, na cidade de Quelimane, província da Zambézia.

A exposição teve como objectivos principais, a partilha de informação e conhecimento sobre a importância e necessidade de conservar a biodiversidade do nosso país, dando particular ênfase à riqueza de biodiversidade da província de Zambézia, realizando através de várias intervenções uma análise profunda aos riscos e desafios existentes na conservação da biodiversidade e as sinergias dos diferentes sectores.

Foram duas semanas dedicadas a exposição (clique aqui para rever o programa da exposição), exploradas por mais de 4000 mil visitantes, dentre eles: membros do Governo e parceiros, estudantes e professores de instituições de ensino superior, secundário e primário, e a sociedade civil em geral, que participando nas actividades programadas, tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre o rico património natural do nosso país em particular, de partilhar informações de temas sobre conservação relevantes para a província da Zambézia, bem como os principais projectos relacionados a conservação e desenvolvimento comunitário que decorrem na mesma província, e partilhar a possibilidade de potenciais sinergias a curto e médio prazo entre os parceiros.

A exposição foi solenemente inaugurada nas instalações do Instituto de Formação de Professores de Quelimane, por Sua Excelência o Governador da Província da Zambézia, Sr. Abdul Razak Noormahomed, contou também com intervenções do Magnífico Reitor da Universidade Pedagógica, Professor Doutor Jorge Ferrão, e do Director Executivo da BIOFUND, Luís Bernardo Honwana.

O programa do evento incluiu:

A exibição (17-31 de Outubro) de 74 painéis didácticos (65 globais e 9 locais) explorando 3 principais temas: ecossistema aquático, ecossistema terrestre e projectos sobre biodiversidade relevantes na Zambézia, destacando-se os painéis sobre:

  • Montes: Mabu, Chiperone, Namuli;
  • Floresta de Miombo;
  • Reserva Nacional do Gilé;
  • Mangais;
  • Projectos de Conservação: Ecogovernação na Reserva Nacional do Gilé; Projecto MozBio Gilé, Projecto Piloto de luta conta desflorestação de miombo na Reserva Nacional do Gilé e sua periferia; Iniciativa Mabu: Conservação Comunitária da Floresta do Monte Mabu.

A feira composta por 12 organizações entre governamentais e não governamentais: DPTADER, COSV, SUSTENTA, UPQ, IFPQ, UEM UCM, UNIZAMBEZE, ICEI, ISHT, A POLITÉCNICA, RNG- IGF.

Os fóruns que ocorreram em quatro dias, nos quais académicos e investigadores científicos nacionais e estrangeiros, puderam apresentar pesquisas e realizar uma consulta pública em temas relevantes para a província da Zambézia:

  • (17 de Outubro): “Actual cenário da conservação da biodiversidade na província da Zambézia” ;
  • (18 de Outubro): Consulta Pública sobre o “Futuro programa da União Europeia de apoio à Biodiversidade em Moçambique” e “Biodiversidade e Conservação na Província da Zambézia”;
  • (19 de Outubro): “Gestão Integrada da Paisagem na Zambézia”;
  • (31 de Outubro): “A educação e o meio ambiente: desafios do futuro

Actividades recreativas e educativas com as crianças, ensinando-as através de brincadeiras, a prestar mais atenção à natureza. A maioria dos 4000 visitantes, foi proveniente de cerca de 27 escolas primárias e secundárias de Quelimane, incluindo 5 escolas dos distritos de Gilé e Pebane.

Dos jogos realizados, destaca-se a premiação com uma bicicleta a vencedora do concurso de adivinhação/distinção dos sons dos animais, Lúcia Sitiman, da Escola Primária Completa dos 1º e 2º Graus da Manhaua Expansão. As outras crianças vencedoras ganharam um kit de material escolar.

Mini-cursos e palestras nos quais tal como os fóruns, académicos e também estudantes, prepararam pesquisas e actividades recreativas, tais como: Erosão Costeira: medidas de mitigação; Educação nutricional para adolescentes; Produção de adubos orgânicos; Desenvolvimento comunitário ao redor das áreas de conservação.

Sala de filmes onde foram preparados para projecção, 12 filmes de curta-metragem sobre biodiversidade, fornecidos pelos nossos parceiros:

  • Gilé – Um Parque em Reserva;
  • Gorongosa Renascida
  • Sawfish Chuabo e Português;
  • Macoconi- Raízes dos nossos filhos;
  • Gorongosa Lions by Tonga;
  • Beautiful Planet Moz-PNQ;
  • Mother Ocean;
  • Majini- RNN;
  • Guia;
  • RNG- Elefantes com Futuro;
  • Gorongosa Last Eden;
  • Shiver.

Este evento impulsionou um melhor entendimento sobre a necessidade de preservar a biodiversidade em prol de um desenvolvimento sustentável, identificando problemas e desafios a enfrentar a curto, médio e longo prazo em particular na Zambézia. Ajudou também a identificar, juntar e fortalecer sinergias de organizações que trabalham em áreas interligadas e muitas vezes interdependentes. Esperamos que os efeitos deste evento resultem em iniciativas e projectos que beneficiem a conservação da biodiversidade na província da Zambézia.

A III Exposição e Feira de Biodiversidade foi preparada e executada com apoio de vários parceiros nacionais e locais nomeadamente o Instituto de Formação de Professores de Quelimane (IFP-Q), a Fundação Universitária para o Desenvolvimento da Educação (FUNDE/A Politécnica), a Fundação Universidade Pedagógica (FUP), o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), o Governo da Província da Zambézia e a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC). Foi financiada pela BIOFUND, Banco Mundial, Projecto MozBio, Fundo Nacional para o Desenvolvimento Sustentável (FNDS), projecto SUSTENTA e União Europeia.