Concluído o primeiro projecto financiado pelo Cartão bio

Cartão bio 2

Trata-se do projecto apoiado pela Fundação para a Conservação da Biodiversidade – BIOFUND, através do Cartão bio, uma parceria da BIOFUND com o Banco Comercial de Investimentos (BCI), que visa contribuir para a preservação de rinocerontes, em vias de extinção no Sábiè Game Park, no distrito da Moamba.

O Sábiè Game Park compreende 25% da fronteira total do Parque Nacional Kruger (KNP) com Moçambique e é de extrema importância para os esforços de conservação de rinocerontes e elefantes, pois actua como uma zona tampão, estando entre as maiores concentrações mundiais de rinocerontes remanescentes no KNP a oeste e da caça furtiva que emana do leste de Moçambique.

O projecto desenhado pela MozParks Initiative INC., consistiu na aquisição, instalação e implementação de um sistema de monitoria e rastreamento seguro e eficiente para melhor proteger o rinoceronte (preto e branco), concentrado no sul do Parque Nacional Kruger (KNP), na África do Sul, e que atravessa a fronteira para o Sábiè Game Park em Moçambique. Esta acção tem como principais objectivos monitorar e rastrear o rinoceronte, de modo a aprimorar sua protecção e contribuir para o estudo do comportamento e das suas preferências ecológicas nesta Área de Conservação.

O projecto teve duas fases de implementação, sendo a primeira da aquisição do material de rastreamento e a segunda da colocação das etiquetas de rastreamento nos rinocerontes.

A colocação das etiquetas de rastreamento nos rinocerontes foi feita com apoio aéreo, através do uso de um helicóptero e intervenção de uma unidade veterinária especializada (Mozambique Wildlife Services) para anestesiar os rinocerontes, usando o seguinte procedimento:

  1. O rinoceronte é detectado dentro do perímetro do Sábiè Game Park e a equipa reúne-se para executar a operação;
  2. A operação ocorre dentro de 24 horas após a detecção do rinoceronte e consiste em localizar o animal, anestesiar, colocar a etiqueta de rastreamento, tratar alguma ferida que este possa ter e proceder à sua libertação;
  3. Cada etiqueta passa a ser permanentemente acompanhada pelo sistema de rastreamento.

Por outro lado, como medida adicional para garantir uma maior cobertura na protecção dos rinocerontes, o Sábiè Game Park em colaboração com a Saving the Survivors, adoptou também a técnica de remoção dos cornos dos rinocerontes. Este processo é realizado enquanto o rinoceronte está sedado, onde depois de cortados, os cornos são pesados, etiquetados e guardados em segurança fora das Áreas de Conservação.

Esta acção inibe o abate dos rinocerontes por caçadores furtivos e tem apresentado resultados positivos na redução de mortes de rinocerontes em reservas e parques no Zimbabwe e na África do Sul, pois, ao contrário dos elefantes, os cornos dos rinocerontes voltam a crescer depois de alguns anos e a remoção de forma segura e regular poderá garantir que estes deixem de ser alvo dos caçadores furtivos. Saiba mais sobre o processo de remoção dos cornos dos rinocerontes aqui.

Importa referir que, só no mês de Agosto de 2020, dois rinocerontes foram abatidos e tiveram os seus cornos retirados de forma brutal, por caçadores furtivos na localidade de Sábiè.

Espera-se que o sistema de monitoria e rastreamento dos rinocerontes financiado pela BIOFUND através do Cartão bio, assim como a técnica de remoção dos cornos nos animais, uma iniciativa do Sábiè Game Park e da Saving the Survivors, contribua para a redução de perdas de rinocerontes no país.