Nossa Biodiversidade: Amostragem de Espécies Exclusivas no Parque Nacional de Banhine

Com o início da época chuvosa no Parque Nacional de Banhine – PNB, a equipa de biólogos composta por dois estagiários do Programa de Liderança para a Conservação de Moçambique – PLCM, Golden Benedito Joaquim, Licenciado em Ciências Biológicas e Euderico Manjama, Licenciado em Biologia Marinha Aquática e Costeira, realiza uma amostragem de espécies aquáticas e aves predominantes naquela Área de Conservação.

A amostragem teve o seu início no mês de Novembro de 2020. Na fase inicial as atenções foram fortemente viradas para a amostragem de plantas e mamíferos. No entanto, a época chuvosa que iniciou em Dezembro de 2020, resultou na criação de focos de água que concentram espécies exclusivas e possíveis de serem encontradas neste período do ano, como é o caso de répteis, anfíbios e até aves que concretizam o seu ciclo de vida na água.

Esta actividade é realizada com o principal objectivo de identificar as espécies de fauna e flora predominantes no PNB. A partir desta amostragem, será possível documentar numa base de dados com informações fidedignas sobre as espécies, épocas possíveis de visualização, assim como as características do seu habitat.

Localizado na Província de Gaza, com uma extensão de 7250 km2, o Parque Nacional de Banhine é um dos beneficiários da Fundação para a Conservação da Biodiversidade – BIOFUND, através do Projecto Abelha que apoia no pagamento de despesas recorrentes não salariais, para o seu funcionamento.