Programa PROMOVE Biodiversidade com a parceria da FFS-IGF fortalecem o Desenvolvimento Comunitário no Parque Nacional do Gilé

Para o efeito, seis Conselhos Comunitários de Saúde do Parque Nacional do Gilé, receberam no mês de Outubro, material de apoio para melhorar as suas actividades junto das comunidades locais.

Da lista de materiais constam 18 Bicicletas, telemóveis, Kits completos para grupos de nutrição, fichas de monitoria e sacolas escolares. Na ocasião foi igualmente entregue material de sensibilização contra queimadas descontroladas, que espera-se que possa contribuir para uma mudança de comportamento das comunidades locais.

A entrega do material foi feita pelo Administrador do Parque Nacional do Gilé, na presença do Director do Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social e Secretário Permanente do Distrito de Pebane, nas comunidades de Musseia (Distrito de Pebane), Namahipe, Sacane, Luanula, Naheche e Malema Centro (Distrito do Gilé).

Durante a sua intervenção, o Secretário Permanente do Distrito de Pebane enalteceu o apoio e o empenho do Parque Nacional do Gilé tendo chamado atenção às comunidades para um bom uso do material, uma vez que o objectivo do Governo é de ver comunidades com maior acesso a informação para melhor se prevenirem.

Esta iniciativa enquadra-se no âmbito da parceria entre o parque e os Serviços Distritais de Saúde de Pebane e Gilé para implementação do Programa de Saúde Comunitária no Parque Nacional do Gilé, que tem como objectivo principal fortalecer, capacitar e equipar os Comités Comunitários de Saúde para garantir que as comunidades tenham acesso a informação básica sobre direitos reprodutivos, nutrição, Saúde Materno Infantil, Violência baseada no género e COVID-19 e outras temáticas relevantes no contexto local.

O programa Saúde Comunitária do Parque Nacional do Gilé conta com 4000 beneficiários que vão continuar a receber apoio nos próximos anos, no âmbito do Programa PROMOVE Biodiversidade, financiado pela União Europeia e implementado pela BIOFUND, cujo um dos objectivos é financiar a conservação da biodiversidade e desenvolvimento comunitário no Parque Naciona do Gilé, Monte Mabu e Área de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS).