BIOFUND Participa na 1ª Edição do Fórum Juvenil de Quelimane na província da Zambézia

Sob o lema “Nutrir o Futuro: empreender e inovar para uma produção sustentável” realizou-se em Quelimane a 1ª edição do Fórum Juvenil de Quelimane, um evento organizado pela Embaixada da França em Moçambique e a Universidade Licungo com financiamento da União Europeia, com a participação da Fundação para a Conservação da Biodiversidade – BIOFUND e outros parceiros.

Este fórum, trata-se de uma iniciativa de criação de oportunidades de negócio, onde 50 Jovens da província da Zambézia apresentaram os seus projectos de geração de renda nas áreas de agricultura, aquacultura, pecuária e processamento de alimentos. Na ocasião, foram selecionados os cinco (5) melhores projectos inovadores, dos quais os 3 vencedores irão beneficiar de apoio técnico e financeiro a ser providenciado pela Embaixada da França durante (1 ano para a implementação dos seus projectos de forma sustentável, potenciando novos empregos e espírito de empreendedorismo. A BIOFUND participou como membro da equipa do Júri de avaliação das propostas de projectos e contribuiu para a selecção dos 5 candidatos vencedores, incluindo 2 raparigas.

O Fórum contou com uma sessão de abertura dirigida pela Sua Excelência Secretária de Estado da Província da Zambézia, Embaixador da União Europeia em Moçambique, o Conselheiro de Cooperação e Cultura da Embaixada da França em Moçambique, o Magnífico Reitor da Universidade Licungo e o Edil da Cidade de Quelimane. Nos seus discursos, as individualidades destacaram a relevância da juventude no processo de desenvolvimento do país e com palavras encorajadores, convidaram todos jovens com enfoque para as raparigas para aproveitar esta experiência de aprendizagem e transformação para um futuro melhor.

Durante os 3 dias do Fórum, os participantes foram agraciados por workshops intensivos nas temáticas de criação de planos de negócios, facilitado pelo representante da GAPI, elaboração de estudos comerciais facilitado pelo representante da AQUAPESCA, técnicas de negociação facilitado pelo Banco Societé Generale Moçambique e Avaliação dos Impactos sócio-ambientais no desenvolvimento de projectos com facilitação da BIOFUND.

Ainda ao longo dos 3 dias de formação a BIOFUND representada pela equipa técnica do Projecto PROMOVE Biodiversidade e pelo Programa de Contrabalanços de Biodiversidade liderou várias sessões sobre a relevância da biodiversidade na promoção do desenvolvimento económico do país e divulgou as várias oportunidades de formação dos seus programas, com enfoque para o Programa de Liderança para a Conservação da Biodiversidade (PLCM) e o PROMOVE biodiversidade, relevantes para os jovens e a província da Zambézia.

A participação da BIOFUND nesta iniciativa reitera a nossa missão de promover a conservação da biodiversidade em Moçambique através da divulgação da aplicação da hierarquia de mitigação no desenvolvimento de projectos, partilha de oportunidades de formação e treino para a juventude de Moçambique e criação de novas parcerias a nível nacional.