Dia Mundial da Vida Selvagem celebrado sob lema “Florestas e Meios de Subsistência: Sustentando as Pessoas e o Planeta”

4d4d567b-c652-4277-83e5-ccab7fa51e4c-n

Assinala-se hoje, 03 de Março de 2021, o Dia Mundial da Fauna e Flora Selvagens. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2013, com o objectivo de celebrar a fauna e flora mundial e alertar para os perigos do tráfico de espécies de fauna selvagens.

No presente ano, a data é celebrada sob o lema “Florestas e meios de subsistência: sustentando as pessoas e o planeta”, como uma forma de destacar o papel central das florestas, espécies florestais e a importâncias dos serviços de ecossistemas na manutenção dos meios de subsistência de centenas de milhões de pessoas em todo o mundo, e particularmente de comunidades indígenas e locais com laços históricos, sociais e económicos com áreas florestais e adjacentes à floresta.

Esta, é mais uma chamada de reflexão sobre como podemos contribuir para a preservação dos recursos florestais. Conhecer os ecossistemas florestais e as espécies de vida selvagem mais próximas, as ameaças que eles enfrentam, e saber mais sobre as comunidades locais que vivem nas florestas ou próximas a elas, a interdependência dos seus meios de subsistência em relação às florestas, e como os seus conhecimentos e experiências podem iluminar os esforços de conservação das espécies florestais em todo o mundo, que pode sim, fazer a diferença na continuidade destas espécies.

Moçambique é um dos países que luta no combate à caça furtiva e queimadas descontroladas, factores que ameaçam a extinção de algumas espécies de fauna, como o rinoceronte e o pangolim. É neste quadro de ameaça às espécies de fauna e flora que a Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND), reforça a mensagem de que o futuro da fauna bravia e seu habitat dependem do comportamento humano!