Parque Nacional de Mágoè conta com mais uma viatura para a fiscalização da biodiversidade

No âmbito do programa BIO-Fundo de Emergência, o Parque Nacional de Mágoè, recebeu no passado dia 1 de Setembro de 2021, nas instalações da Fundação para a Conservação da Biodiversidade – BIOFUND, uma viatura para ajudar nas actividades de fiscalização da biodiversidade.

A nova viatura foi entregue pela Directora de Administração e Finanças da BIOFUND, Celeste Chitará, ao Administrador do Parque Nacional de Mágoè, Luis Namanha. A mesma visa reforçar as actividades de fiscalização e permitir a implementação de programas de gestão do Parque, bem como a realização de acções de caracter social, facilitando a mobilidade dos fiscais na assistência da população vulnerável, reduzir o uso insustentável dos recursos naturais e os incidentes de caça furtiva que tem vindo a aumentar durante a pandemia do COVID 19.

Para o Administrador do Parque Nacional de Mágoè, Luís Namanha, a viatura representa o surgimento de um novo filho para a proteção e fiscalização do Parque Nacional de Mágoè pois, as viaturas que o parque dispõe já não se encontram em condições para exercer as actividades, especialmente num momento em que o parque enfrenta uma fase de invasão de madeireiros ilegais.

Por outro lado, a BIOFUND espera que face a esta nova capacidade de resposta da fiscalização, o parque aumente o número de patrulhas em pelo menos 50%, melhore os resultados das apreensões, assim como redução do abate de animais por parte dos caçadores furtivos.

A BIOFUND através do programa BIO-Fundo de Emergência tem apoiado as Áreas de Conservação em custos operacionais e pagamento de salários dos fiscais, neste período de pandemia. A aquisição de uma viatura para o Parque Nacional de Mágoè representa o primeiro apoio do BIO-Fundo de Emergência em meios circulantes para a fiscalização da Biodiversidade.