Tartarugas Marinhas: As sentinelas do mar ameaçadas pelo desenvolvimento global

dia-mundial-tartaruga

Celebra-se hoje, 16 de Junho o Dia Mundial da Tartaruga Marinha, com o objectivo de enfatizar a sua importância e a necessidade de protecção a nível global.

As tartarugas marinhas são seres migratórios que passam a maior parte do tempo no mar, atravessando os oceanos para se alimentarem e reproduzir, e são animais que possuem um ciclo de vida longo, podendo viver até cem anos. Actualmente, existem no mundo sete espécies de tartarugas marinhas e destas, cinco são encontradas em Moçambique, nomeadamente as tartarugas verde, cabeçuda, pente ou bico de falcão, coriácea e olivácea

A acção do homem é considerada a principal ameaça para a sobrevivência das tartarugas marinhas, destacando-se a pesca, o desenvolvimento costeiro,  o comércio ilegal de animais, a poluição dos oceanos e as mudanças climáticas.

A Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND) através dos seus programas  contribui para a conservação das tartarugas marinhas e seus habitats através do apoio dado a todas as Áreas de Conservação Marinhas no país, nos seus programas de fiscalização, investigação e monitoria, nomeadamente: a Área de Protecção Ambiental de Maputo; Reserva Marinha Parcial da Ponta do Ouro; Santuário Bravio de Vilanculos; Parque Nacional do Arquipélago de Bazaruto; Área de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras; e Segundas e Parque Nacional das Quirimbas.

Cada um de nós deve contribuir para proteger estes animais tão importantes para o meio ambiente.