WCS, BIOFUND e Parceiros lançam projecto Futuro Azul para Ecossistemas e Pessoas na Costa Leste Africana

A Wildilfe Conservation Society (WCS), a Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND), a Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo ADPP, o ProAzul, o Instituto de Oceanografia de Moçambique (InOM), o Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Eduardo Mondlane (DCB-UEM) e a Associação do Meio Ambiente (AMA) lançaram a 23 de Agosto de 2022, na Cidade de Maputo, o projecto “Construindo um Futuro Azul para Ecossistemas e Pessoas na Costa Leste Africana”.

Abreviadamente designado por “Futuro Azul” o projecto é financiado pelo Blue Action Fund (BAF) e outros doadores internacionais, visando a conservação da biodiversidade marinha e costeira de Moçambique, com foco na redução de impactos das alterações climáticas nas zonas costeiras do país, especificamente nos distritos de Memba e Mossuril, na província de Nampula.

O projecto será implementado durante cinco anos (2022 a 2027), pretendendo melhorar a biodiversidade e os serviços ecossistémicos que contribuem para reduzir a vulnerabilidade das comunidades locais, aumentar a sua resiliência aos impactos das mudanças climáticas, fortalecendo a protecção costeira e promovendo meios de subsistência baseados nos recursos naturais, especialmente a pesca.

A cerimônia oficial de lançamento do projecto, foi dirigida pelo Director da WCS Moçambique, Afonso Madope que frisou no seu discurso que todos parceiros devem fazer desta iniciativa um projecto inovador que faça realmente a diferença no terreno e que seja um exemplo para o futuro da sustentabilidade da pesca artesanal, da resiliência costeira às alterações climáticas, dos modos de vida das comunidades costeiras e da conservação marinha em Moçambique.

A cerimônia de lançamento foi antecedida pela realização de um workshop de planificação e arranque das actividades, que decorreu no dia 22 de Agosto de 2022, na ADPP Moçambique, com a participação de todos parceiros do projecto.

Neste projecto, a BIOFUND será responsável pela componente de melhoria do conhecimento, perícia e capacidade das agências nacionais relevantes através da realização anual de uma Conferência técnico-científica e exposição sobre a Adaptação e Conservação Marinha baseada nos Ecossistemas, a qual será integrada na exposição anual de biodiversidade da BIOFUND.