BIOFUND assina acordo de subvenção para o início das actividades de desenvolvimento comunitário no Parque Nacional do Gilé

JLF-M4_2-2017-06-13-0001

Trata-se do acordo assinado entre a Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND) e a Rede para Ambiente e Desenvolvimento Comunitário Sustentável da Zambézia (RADEZA), no âmbito do Programa PROMOVE Biodiversidade com financiamento da União Europeia, no valor de 792.000,00 (setecentos noventa e dois mil) Euros, para a implementação das actividades de desenvolvimento comunitário na zona tampão do Parque Nacional do Gilé (PNAG) até 2025.

Com esta intervenção, espera-se fortalecer as capacidades organizacionais da Associação Nokalano, parceiro estratégico para a operacionalização da Coutada Comunitária de Mulela, criada sob o Decreto n.º 43/2013 de 23 de Agosto, promover acções de sensibilização e consciencialização ambiental das comunidades, disseminar práticas de actividades económicas sustentáveis com o uso de sistemas de produção agrícola melhorados, reforçar a  participação das comunidades locais no processo de tomada de decisões e o estabelecimento de  meios de vida sustentáveis de geração de renda com vista a redução da pressão sobre os recursos naturais do PNAG.

O programa PROMOVE Biodiversidade tem como objectivo principal proteger a biodiversidade e contribuir para a melhoria dos meios de subsistência das comunidades rurais através da gestão sustentáveis dos recursos naturais. O programa prevê igualmente fortalecer  as  capacidades das instituições que lidam com a gestão dos recursos naturais, implementar iniciativas e estratégias sustentáveis que melhoram a capacidade de gestão e administração das áreas de intervenção do projecto, adoptar práticas sustentáveis de meios de sobrevivência para as comunidades locais vivendo dentro e fora (zona tampão) das Áreas de Conservação e incentivar e disseminar pesquisas aplicadas e estudos participativos, para influenciar a gestão de recursos naturais.

O programa é implementado pela BIOFUND e ANAC, tendo como beneficiários o Parque Nacional do Gilé, Área de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS) e o Monte Mabu. Para mais informações sobre o programa PROMOVE Biodiversidade clique aqui